:: Coloque aqui seu perfil



Contador de Visitas

 



Arquivos

 

28/11/2010 a 04/12/2010

14/11/2010 a 20/11/2010

07/11/2010 a 13/11/2010

24/10/2010 a 30/10/2010

17/10/2010 a 23/10/2010


Links

:: Blog InfoEdu



Template by

Encomende o seu:

www.rosimds.com.br



Esta página é melhor visualizada em 800x600

 

             MAQUIAGEM INFANTIL
No site da revista abril saiu há algum tempo uma reportagem sobre o uso excessivo de maquiagem em crianças, e isto me levou a pensar porque cargas d'água uma criança usaria maquiagem excessivamente?
A maquiagem ressalta a beleza e encobre algumas imperfeições.
Mas desde quando uma criança precisa encobrir algo em seu rosto tão cheio de inocência?
Criança não precisa de maquiagem para ressaltar a sua beleza, a beleza esta no brilho dos seus olhos, no sorriso encantador, no rosto corado...
Tem um blog muito bom, chamado "Diga não a erotização infantil" que inclusive recomendo que dêem uma olhadinha que também fala sobre este assunto:

“A maquiagem acaba virando o prolongamento do ego da criança”, afirma a psicanalista especialista em neuropsicologia infantil, Ana Olmos.“Quando a mãe diz: “ai que bonitinha”, acentua na menina a idéia de que, para estar completa,ela precisa daquilo“. Olmos vê risco de “erotização precoce” no uso de maquiagem infantil.

O problema é que a maquiagem é vista como “inocente”, quando na verdade não é, Outro ponto importante é o prejuízo trazido pela eliminação de etapas essenciais para o sadio desenvolvimento da criança, bem como a confusão entre o que pode e o que não pode em cada época da vida. Pais que estimulam a vaidade excessiva e precoce tendem a pagar um alto preço no futuro; a vítima direta dessa permissividade é o próprio filho.

 

 

:: Postado por Greice e Elusa às 18:11

:: Enviar esta mensagem

nosso Vídeo

:: Postado por Greice e Elusa às 20:07

:: Enviar esta mensagem

Observando as crianças de hoje em dia, vejo que fui  privilegiada. Até mesmo o medo que eu sentia do Fofão  bizonho era uma coisa boa. Na verdade, tudo que envolvia nossa infância era assim bom, como Castelo Rá-Tim-Bum, Mundo da Lua, Cavalo de Fogo, Punky, TV Colosso; brincar de pega-pega, esconde-esconde, enfim… Hoje não, agora tudo é vazio, sem graça. Talvez por isso as crianças queiram deixar de ser crianças cada vez mais cedo.

 



:: Postado por Greice e Elusa às 17:56

:: Enviar esta mensagem

A infância perdida

O Mario Yanese escreveu um artigo muito interessante falando que a infância das crianças nos dias de hoje é muito diferente da que tivemos alguns anos atrás. E de fato, assim como ele fala A última infância feliz, as crianças hoje não tem mais a mesma inocência e a mesma pureza que existia há uns dez anos atrás. Vejo que as crianças não se parecem mais com a criança que eu fui.

Os fatores dessa mudança são vários, incluindo aí a própria evolução natural. Com o passar do tempo tudo muda, a sociedade muda e não seria diferente com os pequenos também. Porém, ao meu ver, ao invés de evoluir para algo bom, a infância está cada vez mais deixando de existir.

Crianças já se portam como adultos. Meninas aparecem maquiadas. Crianças com roupa da moda, celular, MSN, Orkut. A vida social delas é igual a de um adulto. Ou talvez tenham mais vida social ainda. Isso sem falar em namoros, beijos e sexo, que cada vez começam a acontecer mais cedo.

Mas na minha humilde opinião, eu acho que os culpados de boa parcela disso tudo somos nós, os adultos. Primeiro porque, como pais, não nos damos ao trabalho de cuidar eficientemente da formação do caráter dessas crianças. Não ensinamos princípios e moral. Deixamos que aprendam com os outros, ou pior ainda, na rua. E todos nós sabemos que esse tipo de educação acaba levando as crianças para o lado ruim da vida e se perdendo por caminhos errados.

Claro que aqui faço uma generalização. Nem todos os pais são assim, mas é sabido que a maioria das crianças não recebem uma educação moral adequada. Seja porque os pais estão sempre ocupados atrás do sustento da casa – o que é algo muito comum nos dias atuais – ou por puro desleixo mesmo. E sem receber esta educação, e principalmente, sem ter modelos a seguir, elas acabam por sugar tudo o que vêem ao seu redor. E é isso que dita a formação do seu caráter.

Acrescento a isso a vulgarização do sexo e a exposição demasiada de imagens e cenas eróticas. Em novelas que passam em horário nobre, cenas de beijos quentes e sexo já se tornaram normais. Músicas com letras como “só as cachorras”, “daku é bom”, e outras que fiz questão de esquecer ou tive o prazer de não ter ouvido são cada vez mais tocadas em rádios e cantadas por todas as pessoas, incluindo-se as crianças. Há algum tempo atrás, no começo do grupo É o Tcham, com a música que dizia algo como “vai descendo na boquinha da garrafa”, onde meninas rebolavam em cima de garrafas e outros objetos, sendo assistidas por adultos que achavam “uma graça”, sem dar importância à vulgaridade que havia por trás disso. É claro que as crianças muitas vezes nem sabiam o que estavam fazendo. Mas os adultos sabiam. E muito bem. E ainda existem reality shows como o Big Brother, que é um programa recheado de putarias cenas de cunho erótico e sexual. E a audiência disso é gigantesca. E isso é passado para crianças também.

Infelizmente o sexo vende, e a mídia em geral se usa deste artifício para lucrar sem se importar com as conseqüências. Basta olhar o que era Britney Spears e Christina Aguilera no começo da carreira e o que são hoje. Sempre se apela para sexo, drogas e dinheiro. E quem ainda não tem um caráter formado – ou seja, em formação – absorve todas essas informações e, por estarem em todos os cantos, acabam julgando como certo e passam a viver com esses parâmetros.

Posso estar completamente enganado, mas ainda acho que crianças devem continuar sendo crianças. E cabe aos pais ensinar o que é certo e errado, e se for o caso, desligar a TV ou trocar de canal quando aparecerem cenas ou diálogos impróprios. Devemos deixar que brinquem, que se sujem, que corram. E não expô-las a um mundo adulto totalmente vulgarizado e capitalista.


Fonte: http://www.centenaro.org/fabio/a-infancia-perdida

:: Postado por Greice e Elusa às 17:48

:: Enviar esta mensagem

Gostaríamos de através deste blog compartilhar com vocês, reportagens, vídeos,  enquetes e muito mais, sobre a infância, alias a atual falta infância, Me recordo de muitos momentos da minha infância, muitas coisas boas, muitas alegrias e muitos momentos felizes, e através deste blog gostaríamos de relembrar também coisas que nos marcaram quando ainda éramos pequeninos, como as brincadeiras, os jogos, cantigas de roda, programas da televisão, histórias da avó, os poemas que aprendi quando era pequena e que até hoje adoçam a minha memória, e tantas outras lembranças que deixaram saudade e que talvez nossos filhos e netos não tenham quando chegarem a vida adulta.

Beijos! Estamos esperando a sua opinião e tudo mais que você tiver para acrescentar ao blog, Será sempre Bem-Vindo! Sorriso

:: Postado por Greice e Elusa às 16:44

:: Enviar esta mensagem

Apresentação : )

Olá! bemvindos ao nosso humilde blog Riso 

É um prazer para nós Greice Teixeira e Elusa Stüker, alunas do curso de Psicopedagogia do Unilasalle (Canoas-RS), Receber a sua visita!!

Sinta-se à vontade, e não esqueça de deixar a sua opinião! Apaixonado

:: Postado por Greice e Elusa às 18:41

:: Enviar esta mensagem